Páginas

junho 29, 2012

Branco, vermelho e azul


Os pólos são as peças de roupa do meu armário com a idade média mais alta. Não sinto necessidade de renovar em grande parte porque não sinto motivação para isso. Uso-os acima de tudo por serem muito práticos como mencionei aqui. O pólo fica, em termos de formalidade, entre a t-shirt e a camisa mas para mim tem um ar chato ou, no americano colegial, loser. São característicos daqueles rapazes que carregam os sacos das compras da menina do elevador para casa dela e nunca são convidados a entrar.


Se tivesse apenas um seria azul marinho, como no link acima, ou branco. O branco é sua a cor clássica, dado que o pólo nasceu nos courts de ténis, na década de 30, onde a roupa é tradicionalmente branca. Se hoje em dia é conhecido por polo shirt e não tennis shirt deve-se à Ralph Lauren que, nos anos 70, o conseguiu popularizar de uma forma que a Lacoste, que o inventou, nunca foi capaz.


Os jeans também são num tradicional azul, ligeiramente mesclado. O design é estilo chino mas a cor é bastante discreta. A neutralidade das calças e pólo abre espaço cromático para os moccasins vermelhos que já tinha usado aqui.


O cinto vai buscar o branco do pólo, o azul das calças e o vermelho dos sapatos num padrão vichy. Não é um item que me entusiasme isoladamente mas aqui faz bem a ligação.


6 comentários:

  1. gostei da sugestão (;

    Fim de Semana Especial no Blog de um Homem:

    Sábado (30junho):
    - O Escolhido 2 - Estreia
    - Show do Homem #5
    - Divulgação dos resultados dos jogadores mais bonitos da seleção

    Domingo (1julho):
    - Show do Homem #6
    - Like or Dislike ? Especial
    - Tendências de Verão

    Vem visitar o blog em http://oblogdeumhomem.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gosto de polos de piqué, e tenho vários e de várias cores da Lacoste, RL, Façonnable e Hackett. Nos anos 60 e 70, especialmente, a Lacoste era a marca que dominava o mercado. Não havia ninguém que não tivesse um polo Lacoste vermelho. A RL só veio muito tempo depois, e não é de admirar que venda mais uma vez que o mercado americano é muito maior. De qualquer forma, a qualidade dos Lacoste é superior e os preços são todos muito semelhantes. Geralmente são bonitos, mas no meu caso têm um inconveniente: fazem-me um bocado de calor, pelo prefiro usá-los em dias de menos calor.

    ResponderExcluir
  3. Os moccasins vermelhos um "must"

    ResponderExcluir
  4. Tenho algumas pólos, mas não uso tanto. Aqui no Brasil há de todo tipo e marca também. O visual eu gostei e os mocassins, são o detalhe à parte! :)
    abs,
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  5. No meu armário existem muitos polos, apesar de ter uma estranha tendência para vestir as mesmas cores; preto, azul escuro, verde seco e cor de rosa.
    Discordo da opinião que os polos são chatos, creio que os polos são uma peça que fica bem a quem é jovem ou não tenha uma barriguinha proeminente, aqueles senhores com uma farta barriga, esses sim devem evitar os polos.

    Continuo a gostar da combinação do polo preto com chino, acho que é sempre elegante e é uma ponte o clássico e o descontraído.

    Os moccasins vermelhos não os comprava, acho que chamam demasiado à atenção.

    Um abraço e continua o bom trabalho.

    Bruno, calções? Nada ? Gosto de bermudas quando estou de férias, necessitava aí de umas ideias práticas para férias.

    ResponderExcluir